Um dos problemas mais tristes e graves que o Brasil ainda enfrenta, é a escassez de saneamento básico que ainda acontece em diversas regiões do país, causando sérios problemas e dificuldades na saúde e prejuízos à vida.

Seja por questões políticas ou apenas por extrema situação de pobreza, a exposição de pessoas - e principalmente, crianças - à água poluída e danosa, é uma realidade lamentável em pleno século XXI. O Brasil enfrentou nos últimos anos um avanço nesse sentido, no entanto, são progressos  muito pequenos comparados as consequências negativas que esse problema ainda reflete na população.

 

 

A falta de abastecimento de água potável, coleta e tratamento de esgoto, manejo de resíduos sólidos e controles de pragas, afeta diretamente a saúde e expectativa de vida da população causando doenças que podem ser fatais, como:

 

  • Febre Tifóide
  • Febre Paratifóide
  • Shigelose
  • Cólera
  • Hepatite A
  • Leptospirose
  • Giardíase

Entre outras.

Dados oficiais do sistema de saúde, apontaram que em 2017, mais de 260 mil pessoas foram internadas por doenças causadas por falta de saneamento.

Hoje no Brasil, a fração da população que apresenta acesso a distribuição de água tratada é de 83,4%, fazendo com que quase 35 milhões de pessoas ainda não recebam esse recurso. Já a parcela de brasileiros que apresentam o serviço de coleta de esgoto é de 52,4%, deixando cerca de 100 milhões de pessoas sem acesso. Apenas 45,1% dos esgotos são tratados, tendo em média 5.560 piscinas olímpicas de esgotos sendo despejados na natureza DIARIAMENTE.

As maiores obras de saneamento do Brasil, tem tecnologia B&F Dias. Atuamos há 30 anos com qualidade e eficiência em diversos projetos que promovem saneamento básico, levando à milhares de pessoas a oportunidade de desfrutar de qualidade de vida.

Você já conhece os projetos de saneamento da BF Dias?

 

Acesse nosso site e fique por dentro!

https://bfdias.com.br/noticias/

Deixe uma resposta

Abrir chat
1
Olá,
Precisa de ajuda?
Powered by